Turismo de compras – Porto Ferreira (interior de SP): dicas para comprar porcelana mais barato   Atualizado!


Viajar pra muita gente é sinônimo de passear e relaxar. Mas pra algumas pessoas, fazer compras e gastar dinheiro é a verdadeira diversão. Uma cidade no interior de São Paulo tem chamado cada vez mais atenção para compras de cerâmicas por suas fábricas nas proximidades: estou falando de Porto Ferreira. Confira!

 

Localizado a cerca de 180km da cidade de São Paulo (cerca de 2,5 hora de carro), a cidade de Porto Ferreira abriga algumas fábricas de cerâmicas que produzem diferentes produtos. Muitos deles são vendidos em lojas com preços muito mais baratos dos encontrados em lojas de outras regiões.

São várias lojas espalhadas em uma avenida que fica paralela à rodovia Anhanguera. Há espaço para parar o carro na própria rua e em um bolsão em frente das lojas, a custo zero. Nas lojas você encontrará produtos que vão de pratos, xícaras, canecas, bandeiras, taças, itens de decoração, entre outros.

Prepare um calçado confortável e leve uma garrafa de água, pois quem visita Porto Ferreira anda bastante: as lojas são grandes em sua maioria.

Há lojas mais caras como a Porto Brasil e outras mais baratas. A loja mais barata e cheia é a Scalla, que possui três unidades nessa rua, com itens de primeira à terceira linha em cada uma delas.

Nas lojas você encontrará produtos novos e outros com pequenos defeitos de fabricação, com preços muito menores. Se tiver tempo e disposição para garimpar entre as várias peças, encontrará itens em estado quase perfeito (pra não falar perfeito), com muita economia.

Um exemplo desses preços: pratos de cerâmica trabalhados coloridos que são facilmente encontrados por 30 reais ou mais podem ser adquirido por 4 reais.

As fotos dos itens que ilustram esse post tinham preços que variavam de 6 a 11 reais cada.

O principal produto de quem visita a cidade são as cerâmicas e porcelanas, com muitos donos de restaurantes que visitam para comprar em grandes quantidades e baixo preço. Todas as lojas vendem para pequenas quantidades também e oferecem embalagem própria para proteção (eles próprios embalam e oferecem papelão etc).

 

Algumas dicas ao visitar Porto Ferreira

Chegue cedo se quiser ser um dos primeiros e garantir sua entrada nas lojas.

  • chegue cedo, pois algumas lojas distribuem senha (especialmente na época de pandemia). Outras formam fila antes de abrir a loja (a Scalla por exemplo é assim), e quem entra primeiro pode escolher os melhores itens,
  • Leve uma garrafa de água pequena,
  • Prepare-se para comer em restaurantes simples: há poucas opções de locais para comer na região. Para encontrar mais e melhores opções, você terá de usar o carro,
  • Se puder vá com alguém que possa ajudar, pois é bem provável que vá precisar de um carrinho de compras. Algumas lojas possuem corredores estreitos, então se tiver alguém pra cuidar do carrinho será de grande ajuda.

Vale a pena visitar Porto Ferreira para compras?

Como sempre a resposta a essa pergunta que é “depende”. Se estiver passando pela região, ou visitar alguma cidade no interior de São Paulo que seja próxima, vale a pena esticar para conhecer. Se for pra sair de São Paulo e andar cerca de 2h (que custará além de tempo, também o combustível e pedágios), acredito que compensa se for pra comprar em quantidade (pra quem tem restaurante por exemplo) ou for comprar muitos itens (caso de quem está equipando toda a casa, por exemplo recém casados). Se for só pra passear ou comprar um ou outro item, acredito que a distância e cansaço não valem a economia que terá. Cabe avaliar caso a caso.

 

Se desejar pesquisar hotéis próximos a Porto Ferreira, clique aqui e veja as melhores opções disponíveis.

 

PLANEJE E RESOLVA SUA VIAGEM ONLINE COM OS MELHORES DESCONTOS

Comentários

Sobre Pedro

Apaixonado viajar e falar sobre viagem. De tanto que gosta do tema, resolvi fazer esse blog para contar sobre as viagens que fiz e as que estou planejando fazer. Fui a mais lugares do que já pensei que pudesse e a menos do que gostaria. Quando mais diferente a cultura, mais interessante fica a viagem. Além de “Disneymaníaco”, gosto especialmente de conhecer as mais diferentes culturas e pessoas.

Deixe seu comentário