Como otimizar e aproveitar melhor sua visita aos parques de Orlando (Disney/Universal/SeaWorld)


Visitar os parques de Orlando é uma maravilha que muita gente faz (algumas pessoas até mais de uma vez…). Mas com tantos parques, nomes de áreas e atrações, parques de outras empresas, horários de funcionamento, entre outros itens diferentes, planejar bem a viagem é fundamental para otimizar tempo e dinheiro, além de permitir aproveitar melhor.

Planejar é fundamental inclusive para deixar sempre um espaço para o imprevisto e inesperado – que certamente irá ocorrer e muitas vezes é a melhor parte da viagem. Algumas dicas que deixo aqui são baseadas na experiência própria e gostaria que tivessem me dito antes de viajar. Mas mesmo não tendo ocorrido, aqui estão para os “próximos da fila”. Espero que gostem e aproveitem as dicas e a viagem a seguir:

  • Compre os tickets de entrada dos parques com antecedência. Com isso, você evita ter de pegar uma fila (pequena, mas ainda assim, uma fila!). Ao chegar ao parque, só terá que realizar a troca do seu ticket pelo cartão de acesso aos parques (caso dos parques da Disney) ou entrar direto (caso dos parques da Universal e SeaWorld/BuschGardens);

 

  • Planeje os parques de acordo com o calendário de lotação (já publicamos um artigo aqui no site explicando isso direitinho). Pouca gente sabe, mas existe um estudo que verifica a lotação de cada parque da Disney por dia do ano. Esse estudo baseia-se em dados históricos, previsão do tempo, feriados nos EUA, períodos de férias escolares, datas de lançamentos de novas atrações, entre outros. Verifique os parques que quer visitar e confira qual o melhor dia para fazer isso dentre os dias de sua viagem;

 

  • Agende três Fastpass+ antes da viagem. A Disney possui um serviço de “fura filas” chamado FastPass+, onde os visitantes podem escolher até três atrações para agendar um horário para visitar e entrar direto sem pegar fila. Recomendo verificar quais atrações mais interessantes e concorridas em cada parque. O agendamento do Fastpass+ é gratuito e requer apenas um cadastro no site ou app da Disney;




  • Estude os mapas de cada parque antes de agendar os Fastpass+ para programar atrações próximas uma das outras ou então colocar um intervalo maior entre elas, para evitar que fique se deslocando varias vezes de uma área a outra. Isso economiza tempo e evita cansaço;

 

  • Programar e estar atento aos shows que quer ir. Na entrada de cada parque há um estande com o mapa do parque (em vários idiomas) e também um guia dos horários dos shows e apresentações. Você pode consultá-lo também no site da Disney ou no aplicativo MyDisneyExperience. Os horários dos shows também está disponível no site e app da Universal e SeaWorld;

 

  • Baixar, imprimir e conhecer o mapa dos parques antecipadamente. Para baixar os mapas de cada parque, consulte o artigo e baixe diretamente do nosso site clicando nesse link. Estudar os mapas dos parques (Universal/SeaWorld/Busch Gardens) permitirá também identificar e marcar quais atrações são as principais e também definir um roteiro;

 

  • Verificar o horário de abertura dos parques. Em geral eles abrem às 9h, mas esse horário muda em função de feriados, datas comemorativas, entre outros fatores. Nos sites ou app de cada parque, é possível conferir os horários de cada parque para o dia de sua visita;

 

  • Programar chegar aos parques com 30 minutos de antecedência. Sempre podem ocorrer atrasos, além disso você gastará um certo tempo para estacionar, entrar no “trem” da Disney que leva do estacionamento até cada parque, trocar ticket por cartão de acesso, etc. Além disso, os parques costumam abrir cerca de 15 minutos mais cedo (por que não aproveitar esse tempo?!);

 

  • Levar alguns snaks ou lanches, para que você consiga prorrogar o almoço o mais tarde possível. Explicando: a maior parte dos visitantes almoça mais ou menos no mesmo horário, com isso há filas nos restaurantes também (e filas não é algo que buscamos numa viagem de férias). Nesses horários, as filas das atrações costumam ficar menores, sendo um bom momento para aproveitar as atrações. Portanto, se puder antecipar ou postergar o horário de almoço, você só terá benefícios;




 

  • Leve um chinelo na mochila para usar quando bater o cansaço (ou use-o desde cedo se preferir). Alguns parques e atrações não permitem uso de chinelo (especialmente o Seaworld);

 

  • Leve alguns remédios na mochila que levar aos parques (dor de cabeça, pastilha de garganta, etc) pois dores não escolhem hora e podem atrapalhar seu passeio;

 

  • Estacionamento: o ticket do estacionamento dos parques da Disney custa 22 dólares por carro (comum) e vale para todo o dia. Pouca gente sabe, mas com o comprovante de pagamento do estacionamento você pode sair e voltar quantas vezes quiser no mesmo dia, em qualquer parque da Disney. O ticket do estacionamento vale para todos os parques por um dia;

Estacionamento – Dica 2: fotografe o local onde parou seu carro (sempre tem postes com um personagem e um número). Fotografe com celular para localizar no final do dia, pois com o cansaço e euforia, muita gente acaba esquecendo e só percebe isso no final do dia, com isso, perde um tempão para encontrar o carro.

 

Tem alguma dica extra e quer compartilhar conosco e com os leitores do ViajaTerapia? Deixe seu comentário ou se preferir, escreva para nos na página de contato aqui do site.

 

PLANEJE E RESOLVA SUA VIAGEM ONLINE COM OS MELHORES DESCONTOS

Comentários

Sobre Pedro

Apaixonado viajar e falar sobre viagem. De tanto que gosta do tema, resolvi fazer esse blog para contar sobre as viagens que fiz e as que estou planejando fazer. Fui a mais lugares do que já pensei que pudesse e a menos do que gostaria. Quando mais diferente a cultura, mais interessante fica a viagem. Além de “Disneymaníaco”, gosto especialmente de conhecer as mais diferentes culturas e pessoas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *