Foz do Iguaçu e Paraguai roteiro


Para muitas pessoas, a cidade de Foz do Iguaçu possui uma atração que não está localizada em território brasileiro: a fronteira com o Paraguai. No passado, esse local foi chamado a “Miami brasileira”, hoje o interesse por compras reduziu bastante o número de turistas que visitam o Paraguai com essa finalidade, mas o volume de pessoas ainda é alto.

Essa será a vista ao entrar no Paraguai

Visitei Foz do Iguaçu em 2015 e tive oportunidade de atravessar a Ponte da Amizade. Aqui vai a primeira dica: quando for atravessar a Ponte da Amizade, dê preferência a realizar esse trajeto a pé, porque é uma ponte que famosa e você pode aproveitar para tirar algumas fotos e aproveitar o local. A ponte não é tão extensa, então pode-se fazer a travessia andando, com uma única ressalva, que é o cuidado que deve ser tomado com a questão de segurança. Eu não cheguei a ser furtado, porém passei por uma situação um pouco suspeita: uma pessoa se aproximou do grupo de pessoas que eu fazia parte de uma forma um pouco estranha. O conselho é sempre que for pra um lugar como alguma suspeita, leve o mínimo de equipamentos e objetos de valor possível, além de tomar cuidado com o que estiver levando. Viajar e muito bom, mas uma situação como essa pode atrapalhar os planos, então preste bastante atenção.




Excluindo essa situação relacionada a segurança, a cidade que faz fronteira com o Foz do Iguaçu aparenta ser bem pobre e diferente da realidade no lado brasileiro. Considero interessante justamente por isso, pois penso que diferença cultural é uma das coisas que mais atribui valor numa viagem. Não vá esperando encontrar algo luxuoso, pois não é o local. Tem alguns shoppings (se é que pode ser chamado assim, pois vejo mais como galerias) que vendem uma infinidade de produtos, alguns de procedência duvidosa.

O trânsito aqui é bem peculiar: todo mundo junto ao mesmo tempo

Tanto nas lojas como na rua a minha dica é ficar ligado e esperto, porque os vendedores (de lojas e de ruas) são bastante invasivos, a ponto de insistir e até acompanhar alguns passos para que você compre o que cada um está oferecendo. Chega a um ponto que fica chato, mas você só compra se quiser.

Uma das calçadas de compras do Paraguai

Além de compras e do choque cultural, o lado paraguaio permite que se visite também o a outra parte da Hidrelétrica de Itaipu. Pra quem não sabe, Itaipu é binacional, dividida entre Brasil e Paraguai, e você pode fazer a visitação partindo do Brasil, que possui mais opções e também é mais cara, porém pode fazer o percursos partindo do Paraguai. São passeios distintos, sendo o brasileiro com mais conteúdo. Já escrevi um artigo sobre esse passeio, que você pode conferir aqui. Para visitar a Hidrelétrica pelo Paraguai, você pode ir de taxi ou ônibus circular (de linha) e leva cerca de 20 minutos.

Já visitou o Paraguai? Tem alguma dica pra nos dar? Colabore com seus comentários.

Confira tudo que já foi publicado sobre Paraguai clicando aqui.

Confira tudo que já foi publicado sobre Foz do Iguaçu clicando aqui.

 

PLANEJE E RESOLVA SUA VIAGEM ONLINE COM OS MELHORES DESCONTOS

Comentários

Sobre Pedro

Apaixonado viajar e falar sobre viagem. De tanto que gosta do tema, resolvi fazer esse blog para contar sobre as viagens que fiz e as que estou planejando fazer. Fui a mais lugares do que já pensei que pudesse e a menos do que gostaria. Quando mais diferente a cultura, mais interessante fica a viagem. Além de “Disneymaníaco”, gosto especialmente de conhecer as mais diferentes culturas e pessoas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *